A diretora Niki Caro levou para a D23 uma prévia estendida do live-action de Mulan.

O material divulgado não mostre Mushu e o grilo da sorte, fica bastante evidente que há sim uma preocupação em homenagear o longa de 1998, para o alívio de muitos fãs. 

O trecho começa com os preparativos para encontrar a casamenteira, cena cômica que abre a animação. Enquanto sua mãe está nervosa com o atraso, Mulan não poderia estar mais sem saco. Conversando com a irmã, ela mostra as variações de humor que esperam dela como uma esposa, isto é, a mesma expressão apática para mostrar que está confusa, feliz ou irritada. 

Disney’s MULAN..Mulan (Yifei Liu)..Photo: Film Frame..© 2019 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

Os planos na casamenteira, claro, não dão certo, mas esta sequência é um pouco diferente da original. Aqui, Mulan não tem uma cola nas mãos sobre como se comportar, nem é o grilo da sorte da sua avó que causa todo o alvoroço. É uma sorrateira aranha que desce até a mesa de chá, para o pavor da irmã da heroína. Mulan tenta evitar que o bicho cause estragos, mas sem sucesso: tudo vai para os ares! Surpreendentemente, ela até consegue usar acessórios da mesa para salvar a porcelana, mas o êxito dura pouco. As xícaras quebram e a família de Mulan sai humilhada. 

A intimação ao pai da heroína vem logo em seguida, conforme o grupo deixa a casa da casamenteira. O pai tenta se mostrar forte e honrar seu país mas, frágil, ele cai na frente do oficial do exército. “Você não tem um filho que possa ir no seu lugar”, questiona o militar. “Não, fui abençoado com duas filhas”, responde. 

A estreia de Mulan está marcada para 26 de março de 2020.